Março azul marinho: saiba mais sobre o câncer de intestino
Voltar para o blog

Março azul marinho: saiba mais sobre o câncer de intestino

Azul-marinho é a cor de identificação do mês de março, de conscientização ao câncer colorretal.

Cada dia mais comum e bastante
 agressivo quando diagnosticado tardiamente, o câncer colorretal, também conhecido como de intestino, é um tipo de tumor com enorme ocorrência no Brasil: são mais de 35 mil casos por ano! É o terceiro tipo de câncer mais comum entre os homens, logo após o câncer de próstata e pulmão.

Esse câncer abrange os tumores que se iniciam na parte do intestino grosso chamada cólon e no reto (final do intestino, imediatamente antes do ânus) e ânus. É tratável e, na maioria dos casos, curável, ao ser detectado precocemente, quando ainda não se espalhou para outros órgãos. Grande parte desses tumores se inicia a partir de pólipos - pólipos são adenomas e, portanto, lesões benignas, que crescem na parede do cólon e, quando associados a modos de vida não saudáveis e predisposição genética podem se transformar em câncer.

Quais são os fatores de risco?

-Fumar;
-Consumir bebidas alcoólicas em excesso;
-Ter sobrepeso ou obesidade;
-Consumir alimentos com alta densidade energética e carnes vermelhas em excesso
-Consumir pouca quantidade de frutas, legumes, verduras e cereais integrais;
-Ser sedentário. 

 Outros fatores relacionados à maior chance de desenvolvimento da doença são história familiar de câncer de intestino, história pessoal de câncer de intestino, ovário, útero ou mama. Doenças inflamatórias do intestino, como úlcera e doença de Crohn também aumentam o risco de câncer.


Quais os sinais e sintomas?

Os sintomas mais frequentemente associados ao câncer do intestino são: 

-Sangue nas fezes;
-Alteração do hábito intestinal (diarreia e prisão de ventre alternados); 
-Dor ou desconforto abdominal; 
-Fraqueza e anemia; 
-Perda de peso sem causa aparente;
-Alteração na forma das fezes (fezes muito finas e compridas);
-Massa (tumoração) abdominal. 

Esses sinais e sintomas também estão presentes em problemas como hemorroidas, verminose, úlcera gástrica e outros, e devem ser investigados para ter o tratamento específico.

 

Como é feito o diagnóstico?

O tratamento das pessoas com tumores em estágios iniciais é menos agressivo e consiste na retirada do pólipo e das lesões, através de colonoscopia ou pequenas cirurgias com ressecções locais dos tumores. Em casos específicos, recomenda-se sessões de quimioterapia complementares (coadjuvantes). Quanto mais avançado o estágio do câncer, mais agressivo deve ser o tratamento, podendo ser necessárias radioterapia e quimioterapia mesmo antes de procedimentos cirúrgicos.


Se você possui alguns desses sintomas, por favor, procure um médico. Sua saúde deve ser sempre prioridade!




Fonte: Eurofarma.

Outros posts

  1. Casa Verde e Amarela: conheça o novo projeto do governo

    Casa Verde e Amarela: conheça o novo projeto do governo

    O “Casa Verde e Amarela” é o novo projeto anunciado pelo governo e deve substituir o Minha Casa Minha Vida, lançado em 2009. O texto entrou em vigor e já foi publicado no Diário Oficial da União, mas...

  2. CINCO MANEIRAS DE DESENTUPIR PIA.

    CINCO MANEIRAS DE DESENTUPIR PIA.

    Pia entupida pode ser uma das maiores vilãs das atividades domésticas. Ela atrasa e atrapalha todos os afazeres domésticos. Por isso, veremos diversas dicas de como desentupir sua pia de maneira fác...

  3. Pagamentos: como fica sua situação em época de pandemia?

    Pagamentos: como fica sua situação em época de pandemia?

    Você sabe que o grande aumento do Coronavírus pelo mundo causou impactos aqui no Brasil também. Com o número casos crescendo todos os dias, as autoridades chegaram à conclusão de que o melhor para o m...

Este site utiliza cookies para entregar uma melhor experiência durante a navegação.