IGPM: Entenda como funciona o cálculo de reajuste do seu aluguel
Voltar para o blog

IGPM: Entenda como funciona o cálculo de reajuste do seu aluguel

Quem mora de aluguel sabe bem que todo ano o valor pago pelo imóvel sofre um reajuste. No entanto, nos últimos meses, essa é uma preocupação constante para quem desembolsa todo mês um valor considerável pelo imóvel, com um aumento maior que o esperado para 2021. Tudo isso porque o índice de Geral de Preços do Mercado (IGPM), que é usado no reajuste dos aluguéis, teve uma alta significativa em 2020. 

 

E para explicar como esse reajuste pode afetar o valor do seu aluguel, preparamos este conteúdo. Continue a leitura e descubra como se preparar para, quem sabe, pagar um valor maior que o esperado para os próximos meses e não ser pego de surpresa ao receber a fatura do aluguel da sua casa ou apartamento. 

 

Boa leitura! 

 

O que é o IGPM e como ele é calculado? 

 

Criado em 1940, o Índice Geral de Preços do Mercado é conhecido por ser uma versão do Índice Geral de Preços, responsável por reajustar os valores de mercadorias e produtos no Brasil. Porém, no caso do IGPM, ele modifica os valores dos aluguéis. Isso ocorre anualmente em parceria com a Fundação Getúlio Vargas, que registra a inflação dos preços. 

 

O IGMP é calculado com base em três fatores: Índice de Preços por Atacado (IPA-M), Índice de Preços ao Consumidor (IPC-M) e Índice Nacional do Custo da Construção (INCC-M). Todos eles contam com pesos que variam entre 60%, 30% e 10%. Esses indicadores são utilizados para verificar as mudanças quanto ao valor da moeda e nas alterações dos preços. O seu cálculo é feito levando em conta uma série de fatores e variáveis, que vão desde matérias-primas, alimentação, artigos de casa, construção civil e comércio em geral.
 

 

Em 2020, IGPM teve a maior alta dos últimos 18 anos 

 

Nos 12 meses de 2020, o IGPM sofreu a maior inflação dos últimos anos. No total, o índice atingiu 24,52%, seis vezes maior que o acumulado no ano anterior, conforme dados da Fundação Getúlio Vargas. É importante ressaltar que o aumento do valor do dólar também reflete no índice. Mas para que você entenda melhor, preparamos um exemplo, confira a seguir!

 

  • Para uma pessoa que paga atualmente um valor de R$1500,00 de aluguel, e seu contrato fechou o ano agora, em janeiro de 2021, por exemplo, o custo atual para pagar gira em torno de mais de R$1.800,00.

 

Um aumento de R$ 300 que, muitas vezes, a maioria dos consumidores podem não estar preparados para desembolsar. Sendo assim, é muito importante ficar atualizado com a variação de números que ocorre mensalmente e são divulgados pela FGV. Verifique a data de aniversário do seu contrato de aluguel (data em que o contrato foi assinado) para poder se planejar com antecedência.

Ficou na dúvida? Entre em contato com a nossa equipe que vamos esclarecer suas dúvidas.

 

 

Gostou deste conteúdo? Para conferir outros assuntos como este, siga a Banco de Imóveis nas redes sociais: FacebookInstagram. E saiba as novidades sempre em primeira mão.

 

Outros posts

  1. É São João: faça sua festa junina sem sair de casa!

    É São João: faça sua festa junina sem sair de casa!

    24 de junho é dia de São João! Você sabe qual a origem dessa data e como comemorá-la em casa esse ano? Separamos informações bem importantes para te ajudar. A origem: No Brasil e no mundo, o dia 24...

  2. Zelador: saiba quais as atribuições desse profissional

    Zelador: saiba quais as atribuições desse profissional

    11 de fevereiro é dia para lembrar daquele profissional que está sempre disposto a ajudar nos prédios: o zelador. Basicamente, o zelador é o braço-direito do(a) síndico(a) e deve zelar pelo andamento...

  3. Visita técnica ao Residencial Monumentum

    Visita técnica ao Residencial Monumentum

    Na tarde da última segunda-feira (09), nossa equipe de Vendas visitou o andamento das obras do Residencial Monumentum, belíssimo empreendimento com previsão de conclusão para junho deste ano.Com apart...

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência.

Condomínio

(55) 98403-4373

Serviços de manutenções e reparos

Consertos e reparos para condomínios
(55) 98403-4380
Consertos e reparos para locações
(55) 99223-0785

Centro

(55) 3025-2626 (55) 98403-2677

Camobi

(55) 3226-2626 (55) 98403-3394

Condomínio

(55) 98403-4373

Serviços de manutenções e reparos

Consertos e reparos para condomínios
(55) 98403-4380
Consertos e reparos para locações
(55) 99223-0785

Centro

(55) 98403-2677

Camobi

(55) 98403-3394